Como a Cabine dos Jatinhos Pressuriza?

Fretamentos / Como a Cabine dos Jatinhos Pressuriza?

Mudar idioma: enEN (Inglês) pt-brPortuguês esEspañol (Espanhol)

Quando embarcamos em um táxi aéreo ou jato fretado, pensamos pouco sobre a cadeia de trabalho existente para proporcionar aquele momento ou acerca de processos complexos que sustentam a aviação. Neste artigo, nos concentraremos em um destes elementos: a pressurização das cabines dos jatos, algo fundamental para que seja possível viajar.

O processo serve para garantir que seja possível respirar dentro das aeronaves. Isso porque, quanto mais alto estamos, menos pressão atmosférica existe. Isso torna o ar mais rarefeito, impróprio para a respiração humana, e por vezes extremamente frio. É necessário, então, um controle para garantir equilíbrio deste ambiente interno.

Jatos privados e aviões comerciais costumam voar em altitudes acima de 30.000 pés. Para efeito de comparação, La Paz, na Bolívia, onde a respiração começa a ser mais difícil está a pouco menos de 12.000 pés. A partir desse nível, os seres humanos mal podem respirar. Por isso, todos os voos contam com as famosas máscaras de oxigênio que caem automaticamente sobre os assentos. Em caso de problemas com a pressão interna da cabine, elas devem ser acionadas.

Um ponto importante a ser recordado é que os aviões voam tão alto, acima do aceitável para humanos, por diversos motivos. Primeiro, há montanhas com cumes acima dos 10.000 pés que estão em trajetos de voo. Depois, por motivos meteorológicos. Chuvas, tempestades e neblinas costumam ocorrer em baixas altitudes. Você deve ser lembrar de algum voo em que ultrapassando algumas nuvens carregadas, você se deparou com sol e tempo limpo, certo? O ar rarefeito em altitudes maiores também tem relação com questões, como a queima de combustível, que é menor nessas condições ou com a resistência que a pressão atmosférica maior exerce nas aeronaves.

Como Funciona a Pressurização dos Jatos

Já sabemos o que é a pressurização e os motivos pelos quais ela é necessária, porém como ela ocorre na prática é outra história. Adiantando: não basta fechar o avião a nível do mar e impedir que haja a entrada do ar rarefeito. Tanto porque esse ar respirável seria totalmente consumido em algum tempo, quanto porque o cheiro de um ar não-renovado, em ambiente selado, poderia se tornar desagradável mais rápido do que gostaríamos.

Por isso, é preciso que haja renovação do ar da cabine. O sistema que garante isso passa por uma válvula de saída simples. Esse dispositivo é uma espécie de porta na parte traseira da fuselagem do avião, por onde o ar entra e sai. Alguns grandes jatos possuem até duas válvulas.

A partir dessa porta, então, há entrada de ar fresco na aeronave, permitindo também que o ar velho seja dispensado. Todo esse processo é feito automaticamente pelo sistema de pressurização. Para aumentar a pressão, o compartimento é bloqueado. Para diminuir, lentamente a passagem é aberta.

Isso não apenas certifica que a pressão estará adequada para a respiração dos passageiros, mas também renova o ar interno de tempos em tempos. Em poucos minutos, 100% do ar da cabine é trocado, o que o torna, inclusive, mais limpo e seguro.

Os sistemas de pressurização equilibram a pressão para simular um ambiente de, no máximo, 8.000 mil pés – o que é alto, mas ainda permite a respiração normal. Simular o cenário do nível do mar poderia tornar os voos ainda mais confortáveis, mas traria potencialmente diversas complicações. As aeronaves têm de aguentar a diferença entre pressão interna e externa, que não pode ser muito grande para não prejudicar a fuselagem ou interferir no voo.

Este ar que entra via válvula chega à cabine, normalmente, após passar pelo motor – é o que se chama de ar “sangrado”. Ele vai em direção ao motor, onde é comprimido e extremamente aquecido para realizar a combustão. Depois, esse ar – que permanece limpo mesmo depois disso – deixa o compressor (um dos componentes do motor) em direção à cabine, passando antes apenas por um processo de resfriamento.

Importância da Pressurização

São raros os episódios em que ocorre a perda de pressão na cabine durante o voo, mas trata-se de uma falha grave. Qualquer erro no sistema acima dos 10.000 pés exige uma descida de emergência para a faixa dos 8.000 pés, além do uso das máscaras de oxigênio, que são preparadas para que todos a bordo respirem até que a perda de altitude seja completa.

Sem esses equipamentos, os efeitos nos seres humanos seriam devastadores. O que ocorre em um ambiente com ar rarefeito é a redução de oxigênio nos pulmões e no cérebro. Em poucos segundos, o raciocínio fica prejudicado e há perda de visão e consciência. Em pouco mais de um minuto sem máscaras, a uma altitude acima do aceitável, a situação se torna bem mais dramática.

É por isso que em caças militares os pilotos e a equipe são obrigados a utilizarem máscaras de oxigênio durante todo o período de voo. Por conta do cockpit reduzido nesse tipo de aeronave, a descompressão é extremamente veloz e não permite que os condutores ao menos coloquem a máscara de oxigênio.

O cenário descrito causa espanto, mas absolutamente hipotético. Falhas desse tipo raramente acontecem. Caso ocorram, os pilotos e as equipes estão preparadas para diminuir a altitude e se for o caso, pousar em segurança.

Sobre a Flapper

Percebemos que voar em aeronaves certificadas e com equipes preparadas para lidar com qualquer cenário é o que garante a segurança das viagens. E a melhor forma de ter tudo isso, na hora de utilizar serviços de táxi aéreo ou ao fretar um jato, é procurar a Flapper, o primeiro marketplace online de aviação privada sob demanda do Brasil.

Para reservar as suas próximas férias ou aquele itinerário de trabalho, basta acessar a plataforma de cotação pelo site ou pelo aplicativo. Nela, você pode escolher datas, horários, locais de embarque e desembarque, aeronaves – todos os mínimos detalhes para encaixar o serviço dentro de sua realidade.

São mais de cinco mil aeronaves disponíveis, entre diversos modelos. Após definir toda a sua viagem em poucos toques, a equipe da Flapper lhe garante todo o apoio, fornecendo um serviço descomplicado, ágil e confortável. Em resumo, uma experiência inesquecível. Reserve já seu próximo voo! Em caso de dúvidas, entre em contato em:

whatsapp

Our Services: Fretamentos

See also

  • Relato de voo: Transporte de uma joia preciosa

    See post
  • Táxi aéreo de UTI: João Pessoa – São Paulo

    See post
  • Flapper e Destinus anunciam acordo para o lançamento futuro de voos de carga movidos a hidrogênio

    See post