Como se tranca um jatinho?

Fretamentos / Como se tranca um jatinho?

Mudar idioma: enEN (Inglês) pt-brPortuguês esEspañol (Espanhol)

Após completar um voo, o piloto encaminha a aeronave para a garagem ou hangar, a posiciona no local indicado, desliga todos os comandos, desembarca e… trancas as portas? Para desligar o avião, será que ele precisou girar a chave no painel? Estamos tão acostumados a realizar essas etapas em nossos carros, que podemos até imaginar que o processo na aviação executiva seja o mesmo. A realidade é que a forma se tranca um jatinho é diferente.

Aeronaves privadas de médio porte, como o Embraer Phenom 100 ou o Learjet 45, até possuem chaves para trancar a porta. Já partida é feita através do painel.

Em geral, quanto maior for o jato, menor a probabilidade que ele tenha uma chave para trancá-lo e menor ainda é chance de que precise de uma para dar partida. É possível também que aeronaves de grande porte, como o Gulfstream G450, simplesmente não sejam trancados. Chaves para trancar e dar partida são mais comuns para aviões menores, como o monomotor Pilatus PC-12.

Questões de segurança

Você deve estar se perguntando se é seguro manter aeronaves, cujo valor de investimento é alto, destrancadas. A verdade é que nem sempre. Aviões menores são mais visados por criminosos e os seus sistemas de tranca são mais simples, possíveis de serem atacados. É comum que eles estejam ao ar-livre, em propriedades rurais ou em pequenos hangares. Como basta entrar e dar partida para colocar o avião no ar, o risco cresce.

Por isso, para aumentar os níveis de segurança desses aviões, muitos proprietários optam por instalar outros sistemas de trancamento de portas e compartimentos externos ou mesmo um dispositivo de trava para o acelerador, impossibilitando que alguém dê partida no avião.

Em relação aos jatos, a inicialização é muito mais complexa, envolvendo uma série de comandos e teclas que precisam ser operadas para colocar o motor em funcionamento. Portanto, chaves são utilizadas apenas para trancá-los, o que também irá depender do modelo, desejo do dono e nível de segurança do local em que fica armazenado.

O roubo dessas aeronaves é menos frequente pois, além de a partida ser demorada, a pilotagem é muito mais difícil. Em geral, quem maneja um avião pequeno, consegue voar com tipos similares tranquilamente. Em caso de aviões maiores, mesmo sendo especialista em um determinado modelo, não é simples pilotar um exemplar. A altura para a entrada na aeronave também garante alguma segurança para o avião, demandando o uso de escadas que dificilmente serão movidas facilmente.  

Outros tipos de aeronaves  

Os aviões comerciais não são trancados em nenhum momento, já que são estacionados em locais com equipes de segurança ininterruptamente presentes. O próprio tamanho das aeronaves e a falta de escadas ou plataformas para acessar a porta já são impeditivos para quem pensa em acessá-las indevidamente, inclusive.

Quando os aviões ficam na pista por mais tempo ou precisam pernoitar no local, o acesso via plataforma é retirado e é inserido um lacre de segurança na porta. Ele não tranca a aeronave, mas caso seja retirado, haverá um registro da violação. Nesses casos, são documentados todos os funcionários que tiveram contato com o avião enquanto ele esteve estacionado, garantindo que qualquer movimentação seja monitorada.  

Na aviação militar, trancar os aviões também está fora de cogitação. Sobretudo porque interessa aos pilotos poder entrar o quanto antes na aeronave e decolar com agilidade. Em relação à segurança, as aeronaves militares são ainda mais complexas e específicas, demandando muito conhecimento de quem pretende pilotá-la. Provavelmente, a única forma de alguém roubar uma delas é sendo um militar altamente treinado para voar com o modelo específico em questão.

Voe com a Flapper

Trancado ou aberto, com chave ou sem chave, a melhor maneira de garantir a segurança das aeronaves é manter uma logística bem-preparada e equipes bem treinadas. Esses são, justamente, os diferenciais dos parceiros com os quais atua a Flapper, o primeiro marketplace online e sob demanda do Brasil quando o tema é aviação privada.

Além de grandes jatos, são oferecidos helicópteros, jatos leves, turboélices, monomotores e diversos tipos de aeronaves. Com tantas opções, é certo que você encontrará uma de seu agrado para utilizar na sua próxima viagem. Para planejá-la, basta acessar a plataforma de cotação da Flapper – disponível no site ou no aplicativo – e informar dados como locais de embarque e desembarque, horários, número de passageiros etc.

Em poucos cliques, você receberá todas as opções de aeronaves disponíveis e poderá fretar a sua preferida. A partir daí, a Flapper lhe garante uma experiência inesquecível: descomplicada, ágil e confortável! Explore nossa plataforma e decida já qual é seu próximo destino. Para mais informações, entre em contato via:

whatsapp

Our Services: Fretamentos

See also

  • Relato de voo: Transporte de uma joia preciosa

    See post
  • Táxi aéreo de UTI: João Pessoa – São Paulo

    See post
  • Flapper e Destinus anunciam acordo para o lançamento futuro de voos de carga movidos a hidrogênio

    See post